Olá! Hoje trago uma dica de série que a Isa me passou e eu adorei! Na verdade, ela foi lançada há pouco tempo, tem apenas 4 episódios, então se você quiser da para acompanhá-la! 

Resultado de imagem para the good doctor

Primeiro episódio: 25 de setembro de 2017
Criado por David Shore (2017)
Gênero: drama, médico
Duração: 42 minutos
                                            SINOPSE
Shaun Murphy (Freddie Highmore, de Bates Motel) é um jovem cirurgião com síndrome de Savant que se muda de uma vida tranquila no interior para se juntar à unidade cirúrgica de um hospital de prestígio. Sozinho no mundo e incapaz de se conectar pessoalmente com aqueles que o rodeiam, Shaun usa seus dons médicos extraordinários para conquistar seus colegas e salvar as vidas dos pacientes.

   Acredito que a série agrada pessoas que assistem "Grey's anatomy" e outras séries médicas; claro que quem acompanhou Freddie Highmore numa das séries mais psidoidas (que eu já assisti, na minha opinião) BATES MOTEL (assistam, sério, mesmo, de verdade, hahahhahah, eu adorei!!!), também vai querer ver seu desempenho nessa. 
    Os quatro episódios que já saíram relatam a vida difícil de Shaun, desde a sua infância, até a fase adulta. Ele tem uma síndrome, conhecida como "síndrome do sábio", ou síndrome do "idiota prodígio", que é um "distúrbio psíquico com o qual a pessoa possui uma grande habilidade intelectual aliada a um déficit de inteligência." 
    Conhecemos sua infância difícil, seu irmão e o amor entre eles. Shaun é um ótimo médico, mas ele tem dificuldades em se relacionar com os colegas de profissão, por isso muitas vezes é excluído do grupo. 





Olá, pessoal! Há alguns dias, a Denise, do blog Momento Crivelli, me indicou para essa tag. E eu fiquei super feliz, porque AMO responder tag's hahaah.

A tag consiste em listas livros que foram "únicos" na sua vida, dependendo do tema.

1- Livro único que te deixou desejando continuação.

Caixa de PássarosCaixa de pássaros. Porque eu gostei do livro, mas o final não foi bem explicado e eu realmente queria uma explicação/continuação pra não ficar atordoada pensando sempre como esse livro me deixou tão ??????? hahahahha mas me deixou feliz por ter sido uma leitura agradável.











2- Livro único que cumpriu sua proposta, só um foi suficiente.

Juntando os Pedaços
Juntando os pedaços. Por mais que eu quisesse MUITO ler mais sobre a Libby, porque a personagem me encantou de uma maneira tão inexplicável, acredito que suas 392 foram suficientes para cumprir sua proposta. 












3- Livro único com personagens únicos.

Como Viver EternamenteComo viver eternamente. E eu nem preciso explicar o motivo. Resenha dele aqui.
















4- Livro único que tem cara de série de tão completo que é.

O DemonologistaO demonologista. Tem gente que odeia esse livro. Tem gente que ama. Eu amei. hehehe. 

















5- Livro único que você leu super rápido.

Um Caso PerdidoUm caso perdido. Eu amei e devorei a história aaaa. 

















6- Livro único de um de seus autores favoritos.

A Cidade do SolO Khaled é um dos meus autores favoritos (apesar de não ter lido todos os livros dele). E A cidade do sol é um dos meus livros favoritos, e sempre será. 













7- Livro único que você recomenda a todos.

Eu Sou o Mensageiro

Eu sou o mensageiro sempre vai ser um livro que eu indicarei e até darei de presente quando possível, porque é um livro único.













A Menina que Roubava Livros

8- Livro único que te fez chorar.

Sempre vai ser esse hahaha. Acredito que me emocionou bastante pelo fato de eu o ter lido quando era mais novinha também. Pretendo lê-lo novamente logo.










9- Livro único fora da sua zona de conforto.

ClarissaTive que ler Clarissa quando estava no ensino médio. Confesso que foi uma grata surpresa.



















Olá, pessoal!

Esse mês diversos lançamentos literários me interessaram. Por esse motivo, vim compartilhar cada um deles com vocês!

Tartarugas até lá embaixo - John Green

Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances: Tartarugas até lá embaixo.
A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido - quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro - enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).
Repleto de referências da vida do autor - entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância -, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e - por que não? - peculiares répteis neozelandeses.

Como parar o tempo - Matt Heig

Tom Hazard esconde um segredo perigoso. Ele pode aparentar ser um quarentão normal, mas por causa de uma estranha condição está vivo há séculos. Da Inglaterra elisabetana à era do jazz parisiense, e de Nova York aos mares do sul, Tom já testemunhou tanto que agora precisa apenas de uma vida normal.
Sempre trocando a identidade para se manter a salvo, ele encontra o disfarce perfeito trabalhando como professor de História em Londres. Assim, pode trazer suas experiências do passado como fatos vivos. Pode manipular as histórias para seus alunos. Pode levar uma vida normal. Tom só não pode se esquecer da primeira regra. Aquela sobre paixão...
Como parar o tempo é um romance doce e envolvente sobre como se perder e se encontrar na própria história. É sobre as certezas da mudança dos tempos e o tempo que a vida leva para nos ensinar como vivê-la.
“Matt Haig tem grande empatia pela condição humana, conhece a luz e a escuridão de uma alma e usa esse conhecimento para construir excelentes histórias.” — NEIL GAIMAN

As fúrias invisíveis do coração - John Boyne

Cyril Avery não é um Avery de verdade ou, pelo menos, é o que seus pais adotivos lhe dizem. E ele nunca será. Mas se não é um Avery, então quem é ele? Nascido nos anos 1940, filho de uma jovem solteira expulsa de sua comunidade e criado por uma família rica irlandesa, Cyril passará a vida inteira à mercê da sorte e da coincidência, tentando descobrir de onde veio — e, ao longo de muitos anos, lutará para encontrar uma identidade, uma casa, um país e muito mais. Além das incertezas de sua origem, ele tem de enfrentar outro dilema: é gay numa sociedade que não admite sua orientação sexual. Autor do best-seller O menino do pijama listrado, John Boyne nos apresenta à sua maior empreitada literária até então, construindo uma saga arrebatadora sobre aceitar-se e ser aceito num mundo que pode ser cruelmente hostil. Uma leitura necessária para os dias de hoje, que reitera o poder do amor, da esperança e da tolerância.




Jogo de espelhos - Cara Delevingne

Naomi, Rose, Leo e Red são adolescentes enfrentando aquela fase em que se relacionar no colégio é tão difícil quanto encarar os próprios problemas. Red tem uma mãe alcoólatra e um pai ausente; o irmão de Leo está na prisão; Rose usa sexo e drogas para mascarar traumas antigos e Naomi se esconde atrás de peruca e maquiagem pesada.
Quatro adolescentes tão diferentes viram melhores amigos quando são obrigados a formar uma banda. O que era uma tarefa chata vira a famosa e popular Mirror, Mirror. Através da música, eles encontram um caminho para encarar o mundo de outra forma.
Mas tudo desmorona quando Naomi some misteriosamente e é encontrada, dias depois, entre a vida e a morte. O acidente desestrutura a banda e, consequentemente, a vida de todos. A sólida relação de amizade que eles achavam estar construindo tinha uma rachadura, e tudo o que restam são dúvidas e vazios. O que aconteceu com Naomi? Foi um acidente ou um ataque? Por que ela fugiria e deixaria a banda para trás? Por que esconderia segredos dos seus melhores amigos? Para desvendar o mistério por trás dessa história, Red e os amigos entram em uma investigação que vai desenterrar seus próprios segredos obscuros e fazê-los confrontar a diferença entre o que eles realmente são de verdade e a imagem que passam para o mundo.
Em seu romance de estreia, a modelo e atriz Cara Delevingne revela mais um talento ao apresentar um olhar fresco e sagaz sobre questões atuais da juventude: amizade, bullying, identidade, gênero, transtornos emocionais, a influência perigosa das mídias sociais nas relações e o poder destruidor da imagem.

O farol e a libélula - Jean E. Pendziwol

O inusitado encontro entre uma garota em busca de futuro e uma mulher redescobrindo seu passado. Morgan, uma órfã problemática, precisa cumprir pena prestando serviço comunitário em um lar para idosos. Ali ela conhece Elizabeth Livingstone, uma senhora com a visão debilitada, mas que possui uma memória tão vívida quanto as histórias que guarda. Essas histórias aos poucos são reveladas quando, com a ajuda de Morgan, Elizabeth descobre os diários do falecido pai. À medida que as palavras do diário tomam forma e são recriadas pelas lembranças, Elizabeth e Morgan percebem que seus destinos estão profundamente ligados à isolada ilha de formas nunca imaginadas. Enquanto Morgan descobre laços da própria família, os diários revelam mais perguntas que Elizabeth poderia responder, transformando sua percepção da realidade. Romance magnífico, O farol e a libélula é repleto de palavras e histórias relevadas a cada virada de página, e que alinham passado e futuro com a amizade entre uma menina infratora e uma senhora misteriosa. Um sensível relato sobre o passar do tempo e uma celebração à própria experiência da vida.